Transportes

Uma das partes fundamentais da logística é o transporte. O transporte nada mais é que a movimentação (fluxo) de produtos, pessoas e serviços. O transporte existe desde tempos remotos e sempre existirá, até mesmo quando e se, inventarem os tele-transportes iguais aos vistos em filmes de ficção científica, afinal é um modal (meio) de transporte. O transporte está ligado com o estoque, localização e nível de serviço ao cliente das empresas. Companhias que geram de forma eficiente o sistema de transportes obtêm vantagens competitivas, economia de escala (baixos custos de produção), tudo isso resulta em preço baixo para o consumidor.
O transporte é o responsável pela distribuição de todos os produtos ou serviços que existem. É parte fundamental da vida de todos, sem os transportes não haveria movimentação de nada no mundo.
Com a indubitável importância do transporte, surgiram várias empresas especializadas na área, as chamadas transportadoras. Empresas que não possuem frota (veículos) própria para o transporte dos seus produtos ou serviços, contratam as transportadoras para dar cabo dessa atividade. Esse tipo de serviço é o que chamamos de terceirização, que permite às empresas focarem em seu core competence (atividade em que tem melhor desempenho) deixando às terceirizadoras (operadores logísticos) atividades complementares. Empresas que possuem frota própria, também, contratam as transportadoras, caso haja necessidade de mais veículos.
Quando se fala de transporte, tem se de diferenciar o transporte intermodal e o transporte multimodal. O primeiro se caracteriza pelo intercâmbio de equipamentos entre os diversos modais. Por exemplo, o contêiner que é carga de um caminhão pode ser embarcado e transportado em avião, ou o vagão ferroviário embarcado em um navio com o uso de um guindaste. O segundo, além da integração e intercâmbio dos equipamentos, é responsável pela documentação de despacho que acompanha a carga, como também sua integridade e seguro, programação e cumprimento dos horários. Todo o processo multimodal fica transparente para o embarcador (despachador da carga, agente de transporte, operador logístico).
Os modais
Os modais (meios de transportes) existentes são: Ferroviário, Rodoviário, Aquaviário, Aéreo e Dutoviário.
– Modal Ferroviário: Trem
Vantagens: Grande quantidade de carga transportada; Percorre longas distâncias; Flexibilidade com relação as mercadorias; Custo menor se comparado ao rodoviário para grandes volumes; Baixa competitividade no tráfego.
Desvantagens: Custo alto e baixa segurança (Brasil) para produtos de alto valor agregado; Tempo em trânsito é maior; Ineficiente para pequenas distâncias; Custos altos de manuseio; É ineficiente para alguns produtos.
– Modal Rodoviário: Caminhão, VUC
Vantagens: Flexibilidade de serviços; Movimentação de lotes pequenos; Serviço rápido; Entrega a domicilio – “porta a porta”; Transporta qualquer tipo de mercadoria e embalagem.
Desvantagens: Custos elevados para distâncias superiores a 700 km; Volume transportado menor se comparado com o transporte ferroviário e marítimo; É prejudicado pelo tempo e tráfego; Maior intensidade de risco; Custo mais elevado se comparado com o transporte ferroviário e marítimo.
– Modal Aquaviário: Navio (marítimo), Balsa (hidroviário)
Vantagens hidroviário (balsa): Grande quantidade de carga transportada; Percorre longas distâncias; Flexibilidade com relação as mercadorias; Custos operacionais menores; Transporte de produtos de baixo valor agregado.
Desvantagens hidroviário (balsa): Ineficiente para cargas pequenas e emergenciais; Tempo longo de descarga e transferência de transporte; Índice alto de danos sobre a mercadoria; Tempo de trânsito longo; Baixa freqüência.
Vantagens Marítimo (Navio): Grande quantidade de carga transportada; Percorre longas distâncias; Flexibilidade com relação as mercadorias; Custos operacionais menores; Transporte de produtos de baixo valor agregado.
Desvantagens marítimo (navio): Ineficiente para cargas pequenas e emergenciais; Tempo longo de descarga e transferência de transporte; Índice alto de danos sobre a mercadoria; Tempo de trânsito longo; Baixa freqüência.
– Modal Aéreo: Avião
Vantagens: Transporte mais rápido; Transportes emergenciais; Prioridade com produtos perecíveis; Menor custo de seguro.
Desvantagens: Restrição de capacidade; Não apropriado para transporte à granel; Inadequado para produtos com baixo custo unitário; Custo de transporte elevado; É prejudicado pelo tempo e pelo tráfego.
– Modal Dutoviário
Vantagens: Ininterrupto fluxo de material; Maior segurança contra avarias e interrupções; Limitação do uso apenas para a precisão do momento.
Desvantagens: Leque de serviços e capacidades limitado; Lenta movimentação do fluxo.
Rodolfo Luiz Alvarenga –  @redator no INPG BLOG e do Blog Universo da Logística


0 Responses to “Transportes”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: