O Preço da Evolução

Quem não se lembra dos aparelhos de som, televisores, celular, vídeos VHS e vídeo games há 20 atrás, achamos graça quando lembramos o quanto eram grandes e desajeitados, mas nos últimos anos evoluíram tanto tecnológica quanto esteticamente tornando-se pequenos e elegantes.

Alguns sofreram uma inovação incremental, caso dos aparelhos celulares que passaram a ter câmeras digitais integradas, a reproduzir músicas, além de sua função básica enviar e receber ligações; outros passaram por uma chamada inovação radical, como os vídeos VHS que se extinguiram e deram espaço aos aparelhos de DVD.

Os mais saudosistas lembram-se destas relíquias com muito prazer, e agora ao lado de seus filhos e netos vivem na época dos Iphones,Smartphones,PlayStations, da tecnologia 3D, entre outras.Essa nova geração tecnológica tornou o mundo totalmente informatizado e muito mais dinâmico, com a possibilidade de compartilhar informações com o mundo inteiro mais fácil,o que era bem diferente anos atrás.

Um fator importante foi a criação das mídias sociais, o Orkut, o Twitter,o Facebook,o You tube .Essas mídias caíram no gosto de todos ,e não apenas para uso pessoal,as empresas estão valorizando cada vez mais esse meio de comunicação,para ficar mais próximas de seus clientes,de seu público, poder trocar informações e melhorar seus serviços. São as marcas da nossa época e vieram para ficar.

Com este mundo informatizado e dinâmico, o tempo parece passar cada vez mais rápido, parece escorrer pelos dedos, (exceto nas vésperas de feriado e  finais de semana) o que levam muitos a se perguntarem: Por que o tempo está passando tão depressa?

A resposta talvez esteja no nosso próprio dia a dia, recheado de obrigações profissionais, permitindo que o tempo passe sem que a gente perceba, e reste apenas um tempinho para um happy-hour com os amigos, e pouco espaço à família.

Acredito que na época dos vídeos VHS, das enormes televisões, dos desajeitados celulares, do Atari  e dos Fliperamas o tempo passava mais lentamente e a vida era levada de forma mais natural. A informatização e as novas tecnologias podem ter facilitado a nossa vida por um lado, mas por outro nos tirou alguns prazeres da vida, já que ficamos horas navegando na internet ou em um software de computador.

Este talvez tenha sido o preço real dessa evolução, acelerar o nosso tempo, mecanizar as pessoas, tornar o stresse a doença do século e perder a naturalidade que havia antigamente quando o natural predominava sobre o superficial.

Felipe Alves Nascimento – @colaborador do INPG

1 Response to “O Preço da Evolução”


  1. 1 Roberto P. julho 30, 2010 às 3:30 pm

    Oi Felipe,

    Pelo que entendi, a Tecnologia é ruim?

    A meu ver ter um computador, ou um SmarthPhone, aproxima as pessoas, economiza tempo e dinheiro, podendo usar também para otimizar tempo com pesquisas para o trabalho, sobrando tempo para hobbies.

    Eu não me dirijo a uma agência bancária a meses, pois tudo que preciso faço online, em uma situação dessa, com certeza você teria que passar por diversos stresses, tais como:
    Fila no banco, mal atendimento, trânsito.
    E indo um pouco mais além, economizaria dinheiro, não precisando me mover, seja de ônibus, ou carro e etc..

    Trocar informações com maior rapidez agiliza os processos de comunicação quaisquer que sejam.

    Enfim, acredito que todos que usam a Tecnologia de forma correta, sabe que economizando tempo o que é com muita certeza possível, utilizará do restante do seu tempo para ai sim, desfrutar de coisas como as ditas no seu texto, o ”natural”.

    Obrigado,

    Att.

    Roberto.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: