Mulheres no comando e no consumo

Não é de hoje que ouvimos falar do importante papel da mulher no mercado de trabalho. Segundo dados levantados da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) no Brasil, as mulheres representaram 41,4% da força de trabalho em 2009. Crescimento este de 5,34%, contra 3,87% dos homens se comparado ao ano de 2008.

Além disso, as mulheres já são maioria no quesito educação no país, ocupando 912,5 mil postos ante 845,7 mil postos para os homens com nível superior incompleto. E no nível superior completo, com 3,970 milhões de postos contra 2,763 milhões de postos para os homens.

E o que isso tem a ver com o consumo? Tudo! Conseqüentemente, mais mulheres trabalhando, mais estudos, mais ascensão salarial, que gera mais consumo.

De acordo com uma revista especializada de negócios, as brasileiras já são responsáveis por cerca de 1,3 trilhão dos 2 trilhões totais gastos com consumo no país. E não pense que este consumo se restringe a produtos de beleza e vestuário. Elas já são presença majoritária na educação dos filhos, alimentação da família e compra de medicamentos.

Diferente da figura da “Amélia” do passado, a mulher moderna agrega tarefas no seu cotidiano, exercendo diversos papéis e funções de uma só vez e querem ser reconhecidas em todos eles.

Elas se tornaram mais ambiciosas e galgam cada vez mais por posições importantes na carreira. Mas também se preocupam com o equilíbrio entre vida pessoal e profissional.

Um dos grandes desafios das mulheres multi-tarefas é administrar o tempo entre todas as atividades que estão expostas.

Estas consumidoras se tornaram mais seletivas e críticas em relação aos produtos e serviços que são oferecidos pelas empresas. Não aceitam propagandas que não falem diretamente com elas, nem promessas de marcas que não são cumpridas. Afinal, elas não tem tempo a perder com enganações.

Resta saber se as empresas estão preparadas para atender esta nova mulher. Muitas vem mostrando sinais que estão, com marketing direcionado e estratégias claras e assertivas. Porém, há outras tantas que não se deram conta de que precisam inovar, reforçar sua força tarefa ou até mesmo adentrar neste mundo tão peculiar, curioso e encantador que é o universo feminino.

Cinthia Almeida – @redatora do Blog Delas e agora do INPG BLOG.

1 Response to “Mulheres no comando e no consumo”



  1. 1 Mulheres no comando e no consumo | No Fake Trackback em outubro 20, 2010 às 10:06 am

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: